A Bíblia não diz que Moisés pecou por ferir a rocha, ou porque a feriu duas vezes

Qual terá sido o verdadeiro pecado de Moisés, o qual impediu-o de entrar na terra pro­metida? O que terá levado Deus a proibir seu profeta e libertador de gozar daquela conquista tão maravilhosa? Deve ter sido um ato bem maior do que o que normalmente se comenta a respeito. Va­mos analisá-lo?

O que mais se afirma é que Moisés teria ferido a rocha para dela tirar água, quando Deus apenas havia dito para ele FALAR à rocha. Há quem diga que o verdadeiro pecado de Moisés foi o de ferir a rocha DUAS VEZES, quando deveria tê-la ferido apenas uma.
Em Meribá, Deus diz para ele tomar a vara (Êxodo 17:5) e ferir a rocha (17:6). Em Refidim Deus manda novamente que ele tome a vara (Nú­meros 20:8) e fale à rocha (mesmo versículo). Moisés, então, levantou a sua mão e feriu a rocha DUAS VEZES (Números 20:11).
Deus chega a Moisés e Arão e afirma algo tremendamente duro. Fica até difícil de ser enten­dido o porquê. Veja o que ele diz:
– Porquanto não me crestes em mim, PARA ME SANTIFICAR diante dos filhos de Israel, por isso não metereis esta congregação na terra que lhes tenho dado (Números 20:12).
No livro de Deuteronômio (32:51), encon­tramos uma repetição do que Deus falara, desta vez com mais detalhes:
– Porquanto prevaricastes contra mim no meio dos filhos de Israel, nas águas da contenção em Cades, no deserto de Zim, pois ME NÃO SANTIFICASTES no meio dos filhos de Israel.
A primeira coisa que entendemos é que o problema maior foi o de NÃO SANTIFICAR A DEUS, o que significa deixar de dar-lhe glória por algum motivo.
Outra coisa que também entendemos é que na segunda vez Deus mandou Moisés TOMAR A VARA. Se não fosse para ferir a rocha pela segun­da vez, para que tomar a vara? Se fosse apenas para falar, não haveria qualquer necessidade de DEUS MESMO mandar Moisés tomar a vara.
Quanto a ter ferido uma ou duas vezes (e as duas vezes indicam provavelmente uma certa dose de ira), não vem tanto ao caso, porque Deus não se referiu a tal.
O problema, com já dissemos, foi mais profundo, algo mais sério. A Bíblia mostra sem sombras de dúvidas o que sucedeu. Antes de ver­mos diretamente o texto, vamos ver outra ênfase que se encontra em Salmos 106:32,33, falando a respeito do mesmo assunto:
“Indignaram-no também junto às águas da contenda, de sorte que sucedeu mal a Moisés, por causa deles, porque irritaram o seu espírito, de modo que FALOU IMPRUDENTEMENTE com seus lábios.”
Vê como o caso foi relacionado com o FALAR IMPRUDENTEMENTE? Tem a ver com algo que Moisés falou que desagradou profundamente a Deus. Vamos, agora a Números 20:10, onde se reconhece facilmente o que aconteceu:
“E Moisés e Arão reuniram a congregação diante da rocha, e disse-lhes: Ouvi agora, rebeldes, porventura TIRAREMOS água desta rocha para vós?”
Vemos aqui uma expressão egoísta (“tiraremos”), uma dúvida (“porventura”), e uma ausência total da glória devida a Deus, o que deveria ser expressão tal como: “Ouvi agora, rebeldes, COM CERTEZA Deus tirará água desta rocha para vós!”
Esta imprudência no falar, deixando de dar glória a Deus, para lançar aquele feito sobre si mesmo e Arão, fez com que Moisés perdesse a bênção de penetrar com o povo na terra Prometida.
Paulo de Aragão Lins

“Vede, isto tão somente achei: que Deus fez ao homem reto, mas eles buscaram muitas invenções” (Eclesiastes 7:29).

40 comments

  1. Sua explicação sobre o “por ventura” não me parece fazer sentido. O que penso que aconteceu, foi que Moisés, em seu coração, enfadou-se de Deus, de suas ordens, o que é desaconselhado em Pv.3:11. Deus sonda nosso coração e esquadrinha nossos pensamentos (Salmos 139), e seu Espírito é sensível e, por isto, ofendeu-se com Moisés. É o que me parece.
    A paz de Cristo.

    1. O contexto diz que Moisés não toca na rocha por duas vezes e algo que Moisés falou que Deus entristeceu com Moisés E no fato de eu ir tocar duas vezes na rocha eny crucifica Jesus de volta quem é a rocha a rocha é Jesus Cristo não penso eu pelas leituras que nem tocar duas vezes na rocha e me crucificar Jesus novamente né Alex Dutra

      1. Boa resposta vaso de honra. Pois esta não era uma simples pedra, era Cristo JESUS. Que só podia ser ferido uma só vez. Mas infelizmente o texto interpreta de uma forma muito o que ele pensa. Mas quem tem visão espiritual sabe.

    2. na verdade Moisés não estava estabelecido em uma verdade presente. a primeira vez que Deus manda ele ferir a rocha, ele o faz…e fez corretamente, mas na segunda vez Deus mandou ele falar com a rocha. Ele se moveu por uma verdade passada, não pode entender a voz de Deus no que se refere a verdade exata e presente.

    3. A exegese do texto está corretíssimo, Moisés achou impossível sair água daquela rocha, por isso não afirmou que Deus faria isso naquele exato momento. Criou uma fala com escapatória caso não desse certo.

    4. Leiam o texto com cuidado!!!!
      Deus não divide sua glória com ninguém.
      Moises e Arão não deram glória a Deus, esse é o motivo pelo qual não lhes foi permitido entrar na terra prometida.
      O texto é claro, não há o que interpretar e sim compreender o texto.

  2. Fazendo uma leitura mais apurada das Escrituras, vejo que a desobediência foi ao que impediu Moisés de entrar na Terra Prometida. Não o que ele falou, mas sim, por não ter obedecido, deixando-se levar pela murmuração do povo hebreu, sempre insatisfeito.

    1. Amém eu acho essa explicação viavel, a Biblia é categórica em números 20:8 que Deus manda ele falar com a Rocha aí mostra uma desobediência por não fazer em Deuteronômio 32:51 está mais claro que Moisés foi reprovado por Deus pela desobediência vrs. 52 porém não entrará nela na terra que darei ao povo de Israel

  3. Não eu não vejo assim,eu acredito que por Moisés ter participado de muitas guerras na época,estava com as mãos sujas de sangue por isso não pode entrar na terra prometida

    1. tem sentido q revelação ( teofania pura na sua vida pois não foi carne q te revelaste e sim o espírito santo de de Deus parabéns pela sensibilidade forte!!!!!!!!!!!!

  4. quando Deus disse moisés fere a rocha, a primeira vez se referia a cristo, mais a segunda não ,porque cristo foi ferido uma vez e não duas , o erro dele foi a desobediência .cristo é a pedra angular da esquina.

  5. Creio eu que as duas ordens significa dois níveis de Deus na vida de Moisés,o primeiro o senhor odena que Moisés fora a rocha com o cajado,mais a segunda ordem,o senhor ordena que ele não fora com a vara mais sim falasse,amados nunca é fácil sair do que a gente já sabe para aquilo que somente Deus em nós sabe fazer,eu vejo que assim foi com.moises, entrar num nível maior de fé nunca é fácil,porém glória a Deus pois a sua a sua palavra e. Verdade daí aprendo que a.sua palavra é o que precisamos para crer.

  6. Prezado Paulo de Aragão Lins
    Deus o abençoe… o que expos acaba mostrando alguma base para a minha compreensão e raciocínio…
    Do contexto todo sabe-se que Moisés é o profeta, e o pecado foi por dizer algo que não dá glória a Deus, e não tão por fazer o contrario do que Deus pediu, uma vez que só Moisés ouviu a instrução de Deus…
    caso contrário, povo nunca se apareceberia da falta de glorificação…

  7. Deus falava muito por símbolos e o que mais tinha valor era a obediência a ordem de Deus, mesmo que eles não tivessem conhecimento das verdades ocultas nas simbologias, assim como fala o apóstolo Paulo, que eram sombras de coisas futuras e que em Cristo se manifesta a realidade. Deus pediu para Moisés falar com a rocha e não feri-lá, a rocha representava Cristo e Cristo foi ferido e verteu água, e Ele é a nossa água viva, e nós podemos falar com a rocha também como Deus pediu a Moisés, Moisés não poderia falar com a rocha, se não a simbologia não teria sentido, agora quanto ao entrar na terra prometida penso que Deus tem um propósito para cada um, e observando a maioria dos homens descritos na Bíblia, após cumprirem o propósito morreram, morrer no tempo ordenado por Deus é benção, mas teve alguém que não quis morrer no tempo ordenado e infelizmente só viu desgraça que foi o caso do rei Ezequias. Graça e paz a todos.

  8. Paz queridos irmãos
    Desde já agradeço pelo texto acima pois me ajudou em alguns pontos, e também sou grato pelos comentários.
    Mas acho que não concordo com alguns pontos, dentre eles o mais “gritante” e fato de Deus ter mandado moises levar a vara. Não entendo da maneira esplanada mas, sim que, Deus em sua plenitude de conhecimento e poder quis mostrar a Moisés que não há regras ou maneiras ou rituais para Ele operar, ela opera da maneira que quiser, quando quiser e onde quiser.
    Quanto ao fato de Moisés não ter entrado na terra prometida entendo que foi simplesmente pelo fato da desobediência.
    E sobre o que ele Moisés falou foi a maneira dura de lidar com o povo e isso as vezes acontece é as vezes se faz necessário, não que isso o afastasse de Deus.

  9. Ótimo comentário. Também leio dessa forma. As pessoas confundem os textos e não percebem que a ordem para ferir à rocha e a de falar à rocha são dadas em dois episódios distintos. Um no deserto de Sim e outro no deserto de Zim. Moisés faz a pergunta de um incrédulo mesmo “porventura, faremos sair água dessa rocha?” e Davi, ratifica essa leitura quando diz que Moisés “falou imprudentemente”, claro, fruto de uma certa incredulidade.

  10. Há 2 momentos e são únicos. A rocha não pode ser ferida 2 vezes. O sacrifício de Cristo (a rocha é único). Hb 9: 26. “Ora, neste caso, seria necessário que ele tivesse sofrido muitas vezes desde a fundação do mundo; agora, porém, ao se cumprirem os tempos, se manifestou uma vez por todas, para aniquilar, pelo sacrifício de si mesmo, o pecado”. Com a morte de seu filho, Deus deu o homem a oportunidade do reconciliamento. Veja que o véu foi rasgado de alto abaixo. O pecado que separava o homem de Deus já não o separa mais, por Cristo foi reaberto o dialogo com Deus perdido em Adão. Daí a ordem, em segunda vez de apenas falar para a Rocha a necessidade. Por Cristo, temos acesso ao Pai.
    Quando o Senhor foi lancetado, de seu peito correram água e sangue lado a lado. Assim com na festa da colheita, onde sobre o altar era derramado água e vinho lado a lado. A água representando a vida. Deus tinha dado a chuva em tempo correto para que a terra produzisse o alimento. E o vinho representava a alegria , a felicidade a gratidão a Deus porque a terra tinha dado o fruto em tempo certo. Jesus antes de morrer falando aos seus discípulos, também fez a analogia a este momento, João 12:24 – “Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto”. Amém.
    A Rocha (Cristo) foi ferido pelos nossos pecados e nossas transgressões, Ele suportou sobre si todas as nossas ofensas, chegando até morte e morte em Cruz. Com a sua vida pagou o preço da nossa condenação perante Deus (o salário do pecado é a morte). E a prova que o Pai aceitou o sacrifício como pagamento, foi o recibo dado, a ressurreição de Cristo ( mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus). Qualquer pessoa depois que paga o preço de seu delito, tem direito ao perdão da sociedade, pois ficou quite com ela. A analogia aqui também vale. Se o preço pelo pegado foi pago, a morte não tem mais o seu poder contra os filhos verdadeiros de Deus.
    “Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam. Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus,os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus.

    João 1:11-13

  11. Cristo é a rocha e a rocha seria férida uma vez so… Jesus morreu na Cruz uma vez Paulo confirma que ele é a rocha 1 Coríntios 10 ,4

  12. Números Cap. 20.
    8 Toma a vara e ajunta a congregação, tu e Arão, teu irmão, e falai à rocha perante os seus olhos, e dará a sua água; assim, lhes tirarás água da rocha e darás a beber à congregação e aos seus animais.
    11 Então, Moisés levantou a sua mão e feriu a rocha duas vezes com a sua vara, e saíram muitas águas; e bebeu a congregação e os seus animais.
    12 E o Senhor disse a Moisés e a Arão: Porquanto não me crestes a mim, para me santificar diante dos filhos de Israel, por isso não metereis esta congregação na terra que lhes tenho dado.
    13 Estas são as águas de Meribá, porque os filhos de Israel contenderam com o Senhor; e o Senhor se santificou neles.

    Olha o que Deus diz em um primeiro momento anos antes.

    Êxodo Cap. 17.
    5 Então, disse o Senhor a Moisés: Passa diante do povo e toma contigo alguns dos anciãos de Israel; e toma na tua mão a tua vara, com que feriste o rio, e vai.
    6 Eis que eu estarei ali diante de ti sobre a rocha, em Horebe, e tu ferirás a rocha, e dela sairão águas, e o povo beberá. E Moisés assim o fez, diante dos olhos dos anciãos de Israel.

    Em um segundo momento olha o que diz a palavra depois da morte de Miriã.

    Números Cap. 20.
    11 Moisés levantou a sua mão e feriu a rocha duas vezes com a sua vara, e saíram muitas águas; e bebeu a congregação e os seus animais.
    Então o Senhor repreendeu Moisés, sabe por que?

    Nós continuamos ferindo a rocha, quando não dicernimos que a rocha só pode ser ferida uma vez, ou seja o sacrifício de Jesus é suficiente para remir e saciar o anseio da nossa alma.

    E tem gente o substituindo por tantas outras coisas.

    Em Número 20:8 Deus diz a Moisés que falasse a rocha.

    Isso aponta proféticamente para:

    João Cap. 4.
    12 És tu maior do que Jacó, o nosso pai, que nos deu o poço, bebendo ele próprio dele, e os seus filhos, e o seu gado?
    13 Jesus respondeu e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede,
    14 mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna.

    Jesus sacia a sede, o anseio, o vazio da alma definitivamente.

    Quem não não conhece o dom de Deus, o presente o favor imerecido, quem tem uma mentalidade religiosa, humana e materialista não valoriza o sacrifício, e não consegue entender que não há ninguém maior que o Senhor Jesus.

    João Cap. 4.
    10 Jesus respondeu e disse-lhe: Se tu conheceras o dom de Deus e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva.

    Se você tivesse uma experiência de salvação não pediria a outro, por que tudo o que pedires ao Pai em o nome de Jesus te será concedido.

    Nada pode substituir o sacrifício de Jesus, e nenhum outro nome há pelo qual possamos ser salvos.

    Hebreus Cap. 9.
    28 assim também Cristo, oferecendo-se uma vez, para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para a salvação.

    Hebreus Cap. 10.
    12 mas este, havendo oferecido um único sacrifício pelos pecados, está assentado para sempre à destra de Deus,

    Hebreus Cap. 10.
    14 Porque, com uma só oblação, aperfeiçoou para sempre os que são santificados.

    Você deixa de santificar em meio a congregação se não entender que não há outro meio senão o sacrifício de Jesus.

    Números Cap. 20.
    12 E o Senhor disse a Moisés e a Arão: Porquanto não me crestes a mim, para me santificar diante dos filhos de Israel, por isso não metereis esta congregação na terra que lhes tenho dado.

    Hebreus Cap. 10.
    19 Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no Santuário, pelo sangue de Jesus,
    20 pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne,
    21 e tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus,

    Agora você pode falar a rocha que o perdão será derramado e trará refrigerio a tua alma.

    I João Cap. 2.
    1 Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o Justo.

  13. A exegese do texto está corretíssimo, Moisés achou impossível sair água daquela rocha, por isso não afirmou que Deus faria isso naquele exato momento. Criou uma fala com escapatória caso não desse certo.

  14. Sou Volmar.
    Ola grato a todos os comentários o primeiro foi mais convincente .
    Rebeldes Tiraremos agua desta rocha.
    Este foi o erro de Moisés trouxe a glória para si próprio e Arão e Não deu a Glória Para Deus.

  15. Ola irmãos
    No meu ponto de vista sobre o que quer dizer fale com a rocha, Moisés entendeu errado, e falou com o povo da forma errada, quando na verdade , o “falar com a rocha” , era pra que Moisés falasse com Jesus Cristo que é a verdadeira rocha, porque ele é o alicerce de tudo e, é, preciso que Jesus Cristo esteja como primeiro em tudo em nossa vida , pra que seja uma base sólida, forte e inabalável!
    Um exemplo disso é o seguinte: Imagine um homem e uma mulher casados , e esse homem sem perceber anda a frente de sua mulher e ela não gosta dessa atitude, porque os dois são “um” e devem andar um ao lodo do outro e isso vale pra tudo na vida de um casal!. Então vejamos duas opções possiveis 1: a mulher briga com o marido por ele estar andando na frente dela, e isso estraga o dia dos dois, pois ela vai ficar brava por isso e ele chateado pela forma como ela agiu, mas temos que ter em mente que é natural do homem andar a frente mesmo que ele não perceba, assim como também é natural de muitos homens ir desligando as luzes da casa pra que não haja desperdicio de energia, porque se torna natural que ele queira evitar gastos pra que possa usar esse dinheiro que pode ser evitado, com coisas melhores, como um passeio com a mulher amada ou até mesmo em família com mulher e filho (s) , E temos a 2 opção: em que essa mulher não briga com seu marido , não discute e sim fala com a ROCHA que é Jesus que é o unico caminho e o único que pode mudar alguem , porque nos não conseguimos mudar a ninguém e ele sim pode, através de nossas orações, nossos clamores, e jejum, porque não a mudança na vida de alguem sem jejum e oração, então devemos entender que ele é o único que pode mudar alguem e pode mudar a história! Por isso devemos colocar os nossos problemas nele porque ele nos ouve, e nos mostra como devemos realmente agir, assim evitamos discussoes, brigas e desentendimentos, e deixamos que ele mude as coisas! E isso também vale pra todas as áreas de nossa vida! Mas temos que lembrar que Deus bate a porta agora devemos esperar e confiar que ele ou ela deixe que Jesus entre faça morada e mude a vida dela. Então vamos descansar no senhor Jesus Cristo irmãos, espero ter ajudado alguem com meu comentario, se alguem tiver uma visão diferente e não concorda com algo que eu escrevi, sou todo ouvidos , estamos sempre dispostos a aprender , ainda mais quando é sobre a graça de Deus! Amém

  16. Parabéns irmão José Nilton , isso é correto , estavam perto da terra prometida e Deus cessou de mandar o mana e de dar-lhes água , deveriam comprar e Moisés ferindo a rocha que era Cristo tomou a glória pra si

  17. Moisés não poderia mesmo entrar na Terra Prometida, pois ele representa a lei e pela lei ninguém herda a promessa de DEUS de ter um descanso eterno (como simboliza a terra prometida).

  18. Gostei da visão sobre a desobediência a ordem de Deus pois era pra falar não bater , e glorificar o nome do Senhor . Sao pra mim as mais coerentes.
    E claro que Cristo não pode sofrer 2 vezes mas nem tudo é simbolologia tipologia , não vejo relação com Cristo o fato dele bater na rocha 2 vezes ou se tivesse batido 1 vez, quer dizer que se ele tivesse batido 1 só vez apontaria para o sacrifício , e desobediência dele onde ficaria nessa visão.

  19. Paz de Cristo, a todos e parabéns ao nosso pastor Aragão Lins,
    A respeito da explicação, achei simplesmente maravilhosa, no entanto, quero pontuar que, sua explicação, não se confronta, a meu ver, com a explicação que tem sido dada , comumente.
    De fato, Moisés não glorificou a Deus a não santificá-lo diante do povo. Todos nós, seja no passado ou no presente fomos chamados para glorificar a Deus. Aliás, fomos criados todos nós para isso: Glorificar e santificar em nossos corações o nosso Deus Triúno e Eterno. Por isso que concordo com a explicação do Pr Aragão Lins, mas não discordo que houve uma desobediência a uma ordem divina, e ninguem, nem mesmo pode, por ser um grande profeta, desobedecer ao Senhor.
    O texto a esse respeito é muito claro, senão vejamos:

    “8 Toma a vara e ajunta a congregação, tu e Arão, teu irmão, e FALAI à rocha perante os seus olhos, e dará a sua água; assim, lhes tirarás água da rocha e darás a beber à congregação e aos seus animais.
    11 Então, Moisés levantou a sua mão FERIU a rocha duas vezes com a sua vara, e saíram muitas águas; e bebeu a congregação e os seus animais.
    12 E o Senhor disse a Moisés e a Arão: Porquanto não me crestes a mim, para me santificar diante dos filhos de Israel, por isso não metereis esta congregação na terra que lhes tenho dado.
    13 Estas são as águas de Meribá, porque os filhos de Israel contenderam com o Senhor; e o Senhor se santificou neles.”
    À vista do texto acima , fica claro, que houve uma desobediência de Moisés, pois o Senhor o mandou FALAR á rocha e não FERIR a rocha. Tal texto não carece de interpretação, pois é claríssimo que houve desobediência de Moises: Feriu e não falou.
    Contudo, cabe-nos refletir: por que dos fatos, Moisés não entrou não terra prometida?
    Parece-me convincente, a explicação do Pr Aragão, no que diz respeito a imprudência de Moisés; e ele cita textos bíblicos, o que uma boa exegese, pois como disse, e concordo, ” a Bíblia é melhor interprete de si mesma, ou seja, a Bíblia interpreta a própria Bíblia”.
    No entanto, não podemos relevar o fato, que foi um ato de imprudência e desobediência por parte de Moisés, em ter FERIDO a rocha , quando era apenas para ter falado à rocha.
    Quais dois motivos Deus não o permitiu entrar na Terra prometida?Para mim, ambas as coisas: Não ter santificado a Deus, e ter ferido a rocha. Lembrando que esse erro não impediu de ser salvo por Cristo Jesus, de estar, hoje, no “seio de Abrãao”. Ele apenas perdeu uma bênção terrena( entrar na Terra Prometida), mas ganhou , o que mais importante, o direito a entrar na Terra Prometida Celestial, o Céu! Um dia vamos encontrar com Moisés, nas nuvens e com ele seremos arrebatados para nos encontrar com o Senhor Jesus, no ares! Para isso precisamos permanecer fiéis até o fim, como Moisés, que apesar dessa falha, que lhe custou uma bênção terrena, mas foi fiel em toda a casa do Deus: “E, na verdade, Moisés foi fiel em toda a sua casa, como servo, para testemunho das coisas que se haviam de anunciar;” Hebreus 3:5.
    Gloria de Deus por sua misericórdia, bondade e amor!
    Ev. Messias

  20. Leiam o texto com cuidado!!!!
    Deus não divide sua glória com ninguém.
    Moises e Arão não deram glória a Deus, esse é o motivo pelo qual não lhes foi permitido entrar na terra prometida.
    O texto é claro, não há o que interpretar e sim compreender o texto.

  21. Todos os cometarios São bons .explicativo.isso é a palavra .se renovam ..sobre Moisés.vejo eu que Cristo sabia e conhecia muito bem o coração dele .se ele chegasse a terra poderia ele se conrroper pela pelas grandes vitórias. E Deus sabendo do futuro de um homem íntegro .Deus e onisciente.. levou Moisés. E deixou para Josué concluir .sou PR sesio Goiânia

  22. Gostei muito do estudo que Deus possa te usar muito mais. Moisés como ser humano deixou ser irado,feriu a Rocha 2 vezes desobedecendo a Deus. Deut.32:51,52-sal.106:32,33-num20:10 confirmar claramente sob o estudo. Toda glória é de Deus toda honra e todo louvores.

  23. Acredito que Moisés não entrou pela sua desobediência, até mesmo porque Deus se irou no monte com ele e Arão acabou sendo por um porta-voz. Moisés era cabeça dura, não acho que Moisés foi incrédulo, ele ja havia presenciado muito para cair na incredulidade.

  24. Pelo texto, Moisés estava irado com o povo, e na sua ira falou o que não devia, e com isso, acabou ferindo a rocha. Talvez, em meio a ira, nem percebeu que era só pra falar com a rocha e acabou ferindo.
    Percebam como uma coisa, puxa outra.
    Apesar de Moisés ser o homem mais manso do antigo testamento, só que em meio a multidão murmurando, nem o homem mais manso suporta.
    Irou, falou o que não devia por está irado, e na ira feriu a rocha. A ira cega até mesmo o homem mais manso.
    A sua ira desencadeou tudo isso. Irai e não pequeis. Moisés irou e pecou.

  25. Acho q está de acordo com texto Bíblico o raciocínio do Autor.O principal, Vejo algo como desobediência,Deus manda fazer uma coisa e ele fez outra: ex,o Senhor manda repreender alguém,Moisés vai lá e mata aquele indivíduo .O q demonstra tremenda falta de obediência.
    Vemos algo parecido com Saul quando o Senhor falou não peguem em nada do inimigo e ele levou o gado e não matou o rei inimigo de Esrael,e este foi duramente repreendido por Samuel.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *