utilizadores online
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pai anda 30 Km por dia para levar filho deficiente à única escola que o aceitou

A dedicação dos pais por seus filhos, às vezes, pode ser uma das atitudes mais fortes do mundo, e Yu Xukang, um pai orgulhoso e amoroso de Yibin, na província de Sichuan, na China, não é a exceção à regra. Yu, pai solteiro, cuida de seu filho sozinho desde que o garoto tinha três anos. Isso já seria bastante impressionante em uma situação normal, mas, além das dificuldades monoparentais, ele caminha todos os dias um total de 30 km para garantir que Xiao Qiang, seu filho deficiente de 12 anos de idade, possa ir para a escola mais próxima.




O dia do devotado pai começa às 5 da manhã, quando acorda para fazer o almoço do dia para seu filho, Xiao. Ele, então, leva seu filho para a escola mais próxima a 7,5 km, acomoda o menino e caminha de volta até em casa para ir trabalhar, fazendo a mesma viagem novamente para buscá-lo e levá-lo para casa.



Xiao não pode fazer a viagem sozinho porque tem sérios problemas físicos nas pernas e nos braços.

- "O meu filho com sua deficiência não tem condições de andar por conta própria e isso também significa que ele não pode andar de bicicleta", explica Yu. - "Apesar de ter 12 anos ele tem apenas 90 cm de altura. Mas estou orgulhoso do fato de que ele é o melhor aluno de sua classe e eu sei que ele vai conseguir grandes coisas. Meu sonho é que ele vá para a faculdade... Eu sei que meu filho é deficiente físico, mas não há nada de errado com sua mente."





O problema para o pequeno Xiao é que ele sempre foi rejeitado pelas escolas que não têm instalações adequadas para ele. A única escola que o aceitou foi a Escola Primária de Fengxi e que está a mais de sete quilômetros de sua casa.

Com a única opção a oito quilômetros de distância e não tendo transporte disponível, Yu sabia o que tinha que fazer: levar seu filho para a escola nas costas. Desde o início do ano letivo, Yu estima que ele já andou 2.500 km.




A boa notícia é que, depois que a sua história chegou a imprensa e se tornou viral nos blogs chineses, o governo ofereceu um apartamento subsidiado perto da escola. A escola por sua vez também vai aceitar alunos internos. No entanto, como Yu não quer passar a semana toda longe de Xiao, deve aceitar a proposta do governos e terá que continuar caminhando 15 km por dia para ir e voltar do trabalho.





O caso de pai e filho chineses não é isolado, em 2012 nos falamos da verdadeira odisseia que alguns alunos devem enfrentar para chegar até as escolas, inclusive com alguns pequenos arriscando a própria vida diariamente para receber uma educação escolar que possibilite para eles um futuro melhor.



Créditos: Metamorfose digital






Ajude a divulgar. Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Deixe registrado sua opinião. Mas evite palavrões e ofensas, assim seu comentário não correrá o risco de ser moderado.

Tecnologia do Blogger.

Receba as postagens por e-mail

O mundo tem sede de Deus

free counters

Seguidores

Google+ Followers

  ©Rocha ferida - Todos os direitos reservados.

"Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha." Mateus 7:24
type='text/javascript'>