utilizadores online
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O sublime passeio de Jesus Cristo

O quê? Jesus Cristo também passeou? Não viveu Ele, porventura, uma vida somente de trabalhos fatigantes, como, por exemplo, atravessar um mar encapelado objetivando curar um louco residente num cemitério? Acaso sobrou-lhe tempo para passear? Onde então Ele passeou? O que fez Ele em seu passeio?
Veremos!



As Escrituras Sagradas mostram-nos o Senhor Jesus Cristo trabalhando. Primeiramente, na carpintaria, onde Ele exerceu o ofício de carpinteiro, antes de começar o seu Ministério: “Não é este o CARPINTEIRO, filho de Maria, irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão? E não estão aqui entre nós suas irmãs? E escandalizavam-se dEle.” (Mc.6:3); e, depois, no Ministério: “Mas Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, E EU TRABALHO TAMBÉM.” (Jo.5:17). E o seu Ministério consistia em fazer as obras do Pai, as quais Ele cumpriu com absoluta perfeição, conforme Mt.26:55; Lc.4:15; Jo.4:34; 5:36; 9:4; 14:10; e 18:20.

Ora, sabemos que a prazerosa exaustão causada pelo trabalho exige-nos o merecido descanso; e este, por sua vez, pode ou não ser coroado por um gostoso passeio, dependendo, evidentemente, do desejo e da disposição da pessoa em gozo do descanso.

PASSEAR é ir a algum lugar a passeio, em visita, geralmente para divertir-se, espairecer-se.

Consideremos os seguintes registros: O Senhor Deus TRABALHOU, ao ensejo da criação dos céus e da terra, com tudo o que neles há: “Assim FORAM ACABADOS os céus e a terra, com todo o seu exército.” (Gn.2:1); depois, Ele DESCANSOU: “Ora, havendo Deus completado no dia sétimo a obra que tinha feito, DESCANSOU nesse dia de toda a obra que fizera.” (id.v.2); e, em seguida, Ele PASSEOU: “E, ouvindo a voz do Senhor Deus, que PASSEAVA no jardim à tardinha, esconderam-se o homem e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim.” (id.3:8)

E o Divino Mestre, de quem podemos e devemos aprender os mais maravilhosos ensinos, também TRABALHOU, consoante revela-nos Mt.26:55; Mc.6:3; Lc.4:15; Jo.4:34; 5:17,36; 9:4; 14:10; e 18:20; consequentemente, Ele DESCANSOU: “Achava-se ali o poço de Jacó. Jesus, pois, cansado da viagem, SENTOU-SE assim junto do poço; era cerca da hora sexta.” (Jo.4:6); “E eis que se levantou no mar tão grande tempestade que o barco era coberto pelas ondas; Ele, porém, estava DORMINDO.” (Mt.8:24; Mc.4:38; Lc.8:23); e, conforme desejou o seu Coração, Ele PASSEOU: “Andava Jesus PASSEANDO no templo, no pórtico de Salomão.” (Jo.10:23)

Sim, Jesus passeou; contudo, é relevante observarmos os pormenores de seu passeio. Primeiro, Ele não estava passeando num lugar de espairecimento, e sim no TEMPLO, que é a sua Casa, a Casa do Pai (Sl.69:9; Is.56:7; Jr.7:11; Mt.21:13; Mc.11:17; Lc.2:49; 19:46; Jo.2:16,17). Segundo, até mesmo em seu passeio Jesus trabalhou, e destacou as obras que fazia em Nome do Pai (Jo.10:25,32,33,37,38).

Ora, se em pleno passeio Jesus trabalhou, também em seus momentos de descanso fez Ele o mesmo. Em Samária, quando sentou-se junto do poço de Jacó para descansar, Ele pregou o Evangelho à mulher; e depois explicou aos discípulos: “A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e completar a sua obra.” (id.4:34).

 E, no seu descanso no barco, “Chegando-se a Ele, o despertaram, dizendo: Mestre, Mestre, estamos perecendo. E Ele, levantando-se, repreendeu o vento e a fúria da água; e cessaram, e fez-se bonança.” (Lc.8:24)


E o mais maravilhoso é que, em ambas as situações – descanso e passeio –, Jesus colheu abundantes frutos. Do trabalho no descanso junto do poço, eis os frutos: “Deixou, pois, a mulher o seu cântaro, foi à cidade e disse àqueles homens: Vinde, vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito; será este, porventura o Cristo? Saíram, pois, da cidade e vinham ter com Ele. (…) Indo, pois, ter com Ele os samaritanos, rogaram-lhe que ficasse com eles; e ficou ali dois dias. E MUITOS MAIS CRERAM por causa da Palavra dEle; e diziam à mulher: Já não é pela tua palavra que nós cremos; pois agora nós mesmos temos ouvido e sabemos que este é verdadeiramente o Salvador do mundo.” (Jo.4:28-30; 40-42);

 e, do trabalho realizado durante o passeio no templo, mais frutos sazonados: “MUITOS foram ter com Ele, (…) E MUITOS ALI CRERAM NELE.” (id.10:41,42)

Quão imensurável consolo o nosso, em saber que, mesmo descansando e passeando, Deus trabalha! E trabalha velando por nós!

Diante desta formosura de legado do Divino Mestre, prouvera a Deus que os nossos passeios sejam, se não idênticos ao passeio dEle, então edificantes, convenientes, pois, com a nossa liberdade cristã, e sempre para a glória de Deus: “Portanto, quer comais quer bebais, OU FAÇAIS QUALQUER OUTRA COISA, FAZEI TUDO PARA GLÓRIA DE DEUS.” (1Co.10:31)

Lázaro Justo Jacinto

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Deixe registrado sua opinião. Mas evite palavrões e ofensas, assim seu comentário não correrá o risco de ser moderado.

Tecnologia do Blogger.

Receba as postagens por e-mail

O mundo tem sede de Deus

free counters

Seguidores

Google+ Followers

  ©Rocha ferida - Todos os direitos reservados.

"Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha." Mateus 7:24
type='text/javascript'>