utilizadores online
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem são os 144 mil assinalados do apocalipse?

Muitos têm proposto diferentes interpretações sobre este tema, tentando arrolar seus adeptos entre os 144 mil selados do Apocalipse. Os teólogos da teoria do rapto secreto, têm pregado que estes surgirão após a vinda de Jesus e serão poderosos pregadores, dentro dos sete anos de domínio sobre a terra. Os TJs afirmam que o assinalamento dos 144 mil seja evento ainda em curso. Qual seria de fato a verdade?


Sinal que os identificam

“Então , ouvi o números dos que foram selados, que eram cento e quarenta e quatro mil, de todas as tribos dos filhos de Israel: ... Depois destas coisas, vi, e eis grande multidão que ninguém podia enumerar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé diante do trono e diante do Cordeiro, vestidos de vestiduras brancas, com palmas nas mãos.” Ap 7:4,9






Pontos a considerar

* Os versos referem-se a dois grupos grandes e totalmente distintos.
* O primeiro conta com um número fixo de 144 mil.
* Existe ainda um outro grupo com uma grande multidão.
* Os 144 mil são compostos exclusivamente de indivíduos das doze tribos de Israel.
* Os salvos de todas as nações formam a grande multidão. Aqui pode haver e há israelitas naturais, diferente do grupo dos 144 mil, no qual não se incorpora gentio.

“... da tribo de Judá foram selados doze mil; da tribo de Rúben doze mil; da tribo de Gade, doze mil; da tribo de Aser; doze mil; da tribo de Naftali, doze mil; da tribo de Simeão, doze mil; da tribo de Levi, doze mil; da tribo de Issacar, doze mil; da tribo de Zebulom, doze mil; da tribo de José, doze mil; da Tribo de Benjamim foram selados doze mil.” Ap 7:5-8

Nos versos de 5 a 8 acima, podemos observar que são selecionados 12 mil de cada tribo, sendo mencionada a descendência dos filhos de Israel. Sendo assim, de que forma alguns tentam agregar pessoas não israelitas, ou gentias, dentro dos 144 mil?

* Defendem eles que os 144 mil assinalados não são apenas israelitas naturais, mas que se trata também de Israel “espiritual” abrindo assim espaço para os gentios.
* Em muitas passagens da Bíblia é correto que o crente gentio seja considerado israelita ou judeu. No entanto onde apresenta israelitas e gentios, no mesmo quadro, devemos entender judeus e gentios literalmente.


Quem Deus chamou primeiro?

“Jesus enviou estes doze e lhes ordenou, dizendo: Não ireis pelo caminho das gentes, nem entrareis em cidade de samaritanos; mas ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel;” Mt 10:5,6
Observe você que Jesus instruiu seus discípulos a irem até as ovelhas perdidas da casa de Israel, antes que fossem a outras pessoas.

“E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Messias padecesse e, ao terceiro dia, ressuscitasse dos mortos; e. em seu nome, se pregasse arrependimento e a remissão dos pecados, em todas as nações, começando por Jerusalém.” Lc 24:46,47

Dentre as últimas orientações dadas pelo mestre, Ele diz que por Jerusalém se começasse a pregação do evangelho. O próprio apóstolo Paulo reconheceu este fato. Vejamos:

“Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego.” Rm 1:16

“Mas Paulo e Barnabé, usando de ousadia, disseram: Era mister que a vós se vos pregasse primeiro a palavra de Deus ; mas, visto que a rejeitais, e vos não julgais dignos da vida eterna, eis que nos voltamos para os gentios.” At 13:46

A prioridade na recepção da mensagem redentora e aproximação à verdade de Deus foi um privilégio, primeiramente concedido aos judeus.

“Ressuscitando Deus a seu Filho Jesus, primeiro o enviou a vós, para que nisso vos abençoasse, e vos desviasse, a cada um, das vossas maldades.” At 3:26

Ao ser procurado por uma mulher gentia, Jesus enfatizou que o pão deveria ser alimento do povo de Israel, não devendo a princípio ser compartilhado com um povo que não era povo de Deus. O evangelho, segundo a palavra, é para salvação primeiro do judeu e depois do grego, vejamos Mateus 15:22-28:

“E eis que uma mulher Cananéia, que saíra daquelas cercanias, clamou, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim, que minha filha está miseravelmente endemoninhada. Mas ele não lhe respondeu palavra. E os seus discípulos, chegando ao pé dele, rogaram-lhe, dizendo: Despede-a, que vem gritando atrás de nós. E ele, respondendo, disse: Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel. Então chegou ela e adorou-o, dizendo: Senhor socorre-me. Ele porém, respondendo, disse: Não é bom pegar o pão dos filhos e deitá-los aos cachorrinhos. E ela disse: Sim, Senhor, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos. Então, respondeu-lhe Jesus e disse: Ó mulher, grande é a tua fé. Seja isso feito para contigo, como tu desejas. E, desde aquela hora, a sua filha ficou sã.”

As palavras de Jesus confirmam o escrito do apóstolo Paulo. Antes de os gentios achegarem-se à palavra da salvação e encontrarem o acesso, o israelita recebeu as dádivas de Deus:

“Qual é, logo, a vantagem do judeu? Ou qual a utilidade da circuncisão? Muita, em toda maneira, porque, primeiramente, as palavras de Deus lhe foram confiadas” Rm 3:1,2
“Porque eu mesmo poderia desejar ser separado de Cristo, por amor de meus irmãos, que são meus parentes segundo a carne; que são israelitas, dos quais é a adoção de filhos, e a glória, e os concertos, e a lei, e o culto, e as promessas; dos quais sãos os pais, e dos quais é Cristo, segundo a carne, o qual é sobre todos, Deus bendito eternamente. Amém.” Rm 9:3-5

A palavra sendo primeiramente anunciada aos israelitas, mostra-nos que a princípio a igreja foi formada exclusivamente de judeus e demais israelitas. Estes são tidos como os primeiros frutos da pregação do evangelho do reino.

“E olhei, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em sua testa tinham escrito o nome dele e o de seu Pai... Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vai. Estes são os que dentre os homens foram comprados como primícias para Deus e para o Cordeiro.” Ap 14:1,4
Por primícias entendemos que sejam os primeiros frutos colhidos. Os escritos da Brit Chadashah mostram-nos que os primeiros frutos entre os remidos pelo sangue do Cordeiro dizem respeito aos israelitas, a quem Jesus disse que primeiro deveria ser anunciado o evangelho, e de quem o apóstolo falou como os primeiros receptores da mensagem. Sendo assim, como poderíamos ter ainda no último século pessoas que façam parte dos 144 mil assinalados?


Cresce a igreja da comunidade de Israel

Na festa israelita que celebrava as primícias da colheita, o Pentecostes, estavam presentes pessoas de vários lugares, a quem Pedro, cheio do Espírito Santo, dirigiu palavras dizendo:

“Varões israelitas, escutai estas palavras: a Jesus Nazareno, varão aprovado por Deus entre vós com maravilhas, prodígios e sinais, que Deus por ele fez no meio de vós, como vós mesmos bem sabeis;” At 2:16-22
Aqui o apóstolo esclarecia o que houvera predito o profeta Joel, e desta pregação resultou o ingresso na igreja de quase três mil almas.

“E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Salvador para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo. Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe: a tantos quantos Deus, nosso Senhor chamar: E com muitas outras palavras isto testificava e os exortava, dizendo: Salvai-vos desta geração perversa. De sorte que foram batizados os que de bom grado receberam a sua palavra; e, naquele dia, agregaram-se quase três mil almas.” At 2:38-41



Deste ponto em diante a igreja crescia constantemente.

“... louvando a Deus e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar.” At 2:47


À medida que os discursos eram feitos, a igreja crescia em número de integrantes israelitas.

“Muitos, porém, dos que ouviram a palavra creram, e chegou o número desses homens a quase cinco mil.” At 4:4

Os sinais e prodígios, feitos pelos apóstolos, fazia crescer o número dos que se juntavam aos componentes da igreja primitiva.

“E muitos sinais e prodígios eram feitos entre o povo pelas mãos dos apóstolos. E estavam todos unanimemente reunidos no alpendre de Salomão. Quanto aos outros, ninguém ousava ajuntar-se com eles; mas o povo tinha-os em grande estima. E a multidão dos que criam no Senhor, tanto homens como mulheres, crescia cada vez mais.” At 5:12-14

“Ora, naqueles dias, crescendo o número dos discípulos,... E crescia a palavra de Deus, e em Jerusalém se multiplicava muito o número dos discípulos, e grande parte dos sacerdotes obedecia a fé.” At 6:1,7

“Assim, pois, as igrejas em toda a Judéia e Galiléia e Samaria tinham paz e eram edificadas; e se multiplicavam, andando no temor do Senhor e na consolação do Espírito Santo.” At 9:31

Deste ponto em diante, as portas da igreja se abrem para os gentios convertidos. No entanto, não significa que nenhum israelita não mais pudesse salvar-se, mas um endurecimento do povo de Israel, conforme a predição do apóstolo Paulo, em sua carta aos Romanos no capítulo 11, propiciou a abertura para que os gentios convertidos pudessem ser enxertados na Oliveira (Israel), e desta forma, passassem a estar revestidos do Mashich, como descendência de Abraão, e herdeiros da promessa.

Este grandioso crescimento da igreja deu-se em cerca de trinta anos e dentro deste período aconteceu o assinalamento dos 144 mil israelitas descritos no Apocalipse. O fim deste assinalamento marca o início do endurecimento de Israel, no que diz respeito à aceitação do evangelho. Este endurecimento perduraria até o retorno do Messias, quando houver entrado a plenitude dos gentios. Rm 11: 25,26

Como nação Israel está endurecido, o que não impede que individualmente, um israelita aceite a Jesus, o Messias. Com este endurecimento começou a formação da grande multidão.



Israel e a igreja: dois povos?

Absolutamente que não! O judaísmo dos dias de Jesus estava decadente e a mensagem do Mestre e seus apóstolos trouxe-lhes plena restauração. Note que estava nos planos de Deus reconstruí-lo para que o caminho aos gentios pudesse ser aberto:

“Depois disto, voltarei e reedificarei o tabernáculo de Davi, que está caído; levantá-lo-ei das suas ruínas e tornarei a edificá-lo. Para que o resto dos homens busque ao Senhor; e também todos os gentios sobre os quais o meu nome é invocado, diz o Senhor que faz todas estas coisas.” At 15:16-18

No Messias, o tabernáculo foi restaurado. Assim, a igreja não é uma nova instituição, mas a reconstrução do judaísmo puro e a continuidade dos planos divinos que começaram em Abraão. A igreja verdadeira foi e é a legítima representante de Deus e Sua obra.

Importante: O sistema levítico ou aarônico para expiação do pecado, teve cumprimento pleno com o sacrifício real e definitivo de Jesus, o verdadeiro Cordeiro que tirou o pecado do mundo. O sacerdócio que passou a vigorar a partir da cruz é o de Melquisedeque, no qual Jesus foi constituído Sumo Sacerdote.

Daí por diante, mesmo que os judeus prosseguissem sacrificando animais, estes sacrifícios já não tinham nenhum efeito espiritual. A sombra, o típico, já estava extinto, dando lugar ao real. Esta é uma grande diferença entre o povo de Israel que permanece endurecido, e o Israel que recebeu a Nova Aliança e o Messias Jesus, o judaísmo que cumpre os planos de Deus por meio da igreja israelita.

Na vinda de Jesus como Rei, os olhos do Israel endurecido, serão abertos para o Messias. Ao receberem o Rei e Messias, em Jerusalém, no momento de aflição, reconhecerão que se trata do próprio Jesus a quem rejeitaram durante todos estes séculos.


Situação dos gentios

“Portanto, lembrai-vos de que vós, noutro tempo, éreis gentios na carne e chamados incircuncisão pelos que, na carne, se chamam circuncisão feita pela mão dos homens; que, naquele tempo, estáveis sem Salvador, separados da comunidade de Israel e estranhos aos concertos da promessa, não tendo esperança e sem Deus no mundo.” Ef 2:11,12
Note que os gentios chamados incircuncisão (não circuncidados) achavam-se totalmente fora dos planos divinos. Sem Deus, sem esperança, sem direito às promessas feitas a Abraão e seus descendentes, e sobretudo, separados da comunidade de Israel. Ora, se estavam separados da comunidade de Israel, fica evidente que Israel sempre foi o canal utilizado por Deus para salvar e executar Seus planos e promessas. Observe que no Messias e conseqüentemente na igreja, os gentios convertidos são incorporados na comunidade de Israel, perdendo a condição de gentios e tornando-se israelitas. Sendo assim, concluímos que a igreja não é uma comunidade estranha, mas sim parte do próprio Israel.
“E, se sois do Messias, então, sois descendentes de Abraão e herdeiros conforme a promessa.” Gl 3:29

Para mais detalhes você pode ler Efésios 2:13-22.

Vale lembrar mais uma vez que Israel, como nação, foi endurecido por Deus, cumprindo um propósito divino. Desde então, como nação, este povo permanece endurecido, o que permitiu aos gentios, serem enxertados, até que a plenitude dos gentios haja entrado. Quanto a esta verdade não podemos estar ignorantes, considerando a misericórdia do Pai para com todos. Individualmente, muitos de nosso povo crêem em Jesus e aceitam a Nova Aliança.

Para maiores esclarecimentos, podemos ler as palavras de Paulo em Romanos 11:1,7,8,11,25,26 e Romanos 9:27. Na vinda do Messias o remanescente de Israel se converterá ao Senhor, reconhecendo-o e sendo purificado.


A grande multidão

Conforme já mencionado, Deus planejou a reedificação do Tabernáculo de Davi. Isto deu-se com a organização e estabelecimento da igreja, o que possibilitou o ingresso dos gentios convertidos à comunidade de Israel. Outras citações das escrituras confirmam este propósito de Deus.

“Como também diz em Oséias: Chamarei meu povo ao que não era meu povo; e amada, à que não era amada.” Rm 9:25
“Vós que, em outro tempo, não éreis povo, mas agora, sois povo de Deus; que não tínheis alcançado misericórdia, mas, agora, alcançastes misericórdia.” 1 Pe 2:10

Iniciando com o centurião Cornélio, os gentios convertidos passaram a ser participantes da igreja, não mais como estrangeiros, mas como membros da família de Deus.

“Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos Santos e da família de Deus; edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Salvador é a principal pedra da esquina;” Ef 2:19,20
Observe que desta forma os gentios estavam no mesmo fundamento do judaísmo.

“E abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço, por verdade, que Deus não faz acepção de pessoas; mas que lhe é agradável aquele que, em qualquer nação, o teme e faz o que é justo.” At 10:35
“Na verdade, até aos gentios deu Deus, o arrependimento para a vida.” At 11:18

O endurecimento de Israel, quanto ao Messias, acabou por torná-lo uma pedra de tropeço para eles, uma vez que, como nação, não o reconheceriam, até que novamente Ele volte como Reis dos reis.

“Pelo que também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa; e quem nela crer não será confundido. E assim para vós, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes, a pedra que os edificadores reprovaram, essa foi a principal da esquina; e uma pedra de tropeço e rocha de escândalo, para aqueles que tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados.” I Pe 2:6-8

Mas Israel, que buscava a lei da justiça, não chegou à lei da justiça. Por quê? Porque não foi pela fé, mas como que pelas obras da lei. Tropeçaram na pedra de tropeço, como está escrito: Eis que eu ponho em Sião uma pedra de tropeço e uma rocha de escândalo; e todo aquele que crer nela não será confundido.” Rm 9:31-33

“A pedra que os edificadores rejeitaram tornou-se cabeça de esquina.” Sl 118:22, Is 28:16

Mas vale recordar o que estudamos há pouco. Tropeçaram para que caíssem? De modo nenhum, mas pela sua queda abriu-se a oportunidade para os gentios, conforme disse o apóstolo Paulo aos Romanos. E assim será, até que se dê a restauração completa de Israel com o Messias, na Sua vinda, quando a nação de Israel chorará e se converterá ao Senhor. Até então, judeus estarão individualmente, ainda que em pequeno número, pelo testemunho da igreja, unindo-se à Nova Aliança.


Créditos: http://israelitas.com.br/estudos/index.php

12 Comentários:

Ivonil servo de Yahshuah disse... [Responder comentário]

http://ivonilservodeyahshuah.blogspot.com.br/2012/05/nova-yahshalaym-e-os-144-000.html

Ivonil servo de Yahshuah disse... [Responder comentário]

OS 144 MIL ASSINALADOS

Vi um anjo subindo do Oriente, tendo o selo do Helohim vivo; Ele...bradou...não danifiquem nem a terra, nem o mar, nem as árvores, até que tenhamos selado os servos do nosso Helohim "Yahweh" na testa! Ouví quantos haviam sido selados=144 mil de todas as tribos do povo de Yashorul (Israel).

Da tribo de Yahudah, 12 mil foram selados.

da tribo de Rúven, 12 mil.

da tribo de Gad, 12 mil.

da tribo de Asher 12mil.

da tribo de Naftali, 12 mil.

da tribo de M´nasheh, 12 mil.

da tribo de Shimón, 12 mil.

da tribo de Leví, 12 mil.

da tribo de Yissakhar, 12 mil.

da tribo de Z´vulun, 12 mil.

da tribo de Yossef, 12 mil.

da tribo de Binyamin, 12 mil.

Hyzayon=Revelação 7,1-8.

Vale lembrar que, o povo de Yashorul (Israel) descrito aqui, é o povo da promessa, da linhagem de Avraham (Abraão) o Yashorul espiritual, e não o Israel nação; Pois logo a seguir aparece...uma grande multidão...de toda nação, tribo povo e língua...trajando vestes brancas...vrs 9. A grande multidão não é um povo separado das 12 tribos, e sim, o resultado aritmético de 12 tribos vezes 12 mil selados; 12X12000=144000; que aparece no capitulo 14 selados com o nome de "Yahshuah=Yahweh=Salvação=o nome do Pai e do Filho. Já que as...promessas foram feitas a Avraham e a sua descendencia que é o Mashiach : Gálatas,3,16. Portanto, as 12 tribos seladas são o Yashorul espiritual, iniciando com Yahudah (Judá) como o primogénito em lugar de R´uvem; sendo que na genealogia de Yahshuah aparece Yahudah como o primogénito e não Rubem. Confirmando ser o Yashorul espiritual Shaul (Paulo) escreveu...o Yahudi (judeu) de verdade...não é...apenas exteriormente judeu...mas...quem o é interiormente...no espírito...Em outras palavras, os descendentes físicos não são "B´nai Yahweh=filhos de Yahweh; mas, os filhos da promessa..são contados como descendentes de Avraham; Romanos, 9, 6-9. E portanto selados com o selo da promessa através...do conhecimento e obediência aos mandamentos de Yahweh...e a fé=testemunho... em Yahshuah HaMashiach.; Hyzayon=Revelação 12,17; e 14,12. Já que...o seu mandamento é a "Chai olam=vida eterna;Yachonam 12,50.

Nisto...não há judeu nem gentio...o Mashiach de ambos os povos...judeus...gentios...fez um povo só...criando em si mesmo dos dois...um novo homem...israelita do espírito=da promessa...porque todos vós sois um no Mashiach, e se sois de Yahshuah, então sois descendência de Avraham e herdeiros conforme a promessa; Romanos 10,11-18.

Portanto, tanto os selados do capítulo 7 como os do 14 de Hyzayon=Revelação, pertencem ao mesmo povo, não são grupos separados. Os 144000 foram visto com o Cordeiro no monte Tzyon=Sião. Sião significa morada de helohim, monte é símbolo de reino; daí monte Sião ser o reino do Mashiach, a pedra de Danyah Capitulo 2 a que já referimos. Se conclui que, o monte Sião é a Kehilah do Mashiach, o monte=reino, que encheu toda a terra, formando a grande multidão de toda nação, tribo e língua e povo, vista no capitulo 14. Que formam a Nova Yahshalaym=Cidade Santa.

Vejamos; A medida da Cidade Santa é de 12 mil estádios vezes 12 mil estádios; 12000X12000=144000. O que é uma simbologia das 12 tribos de Yashorul vezes os 12 Apóstolos do Cordeiro, mais o número 1000 (ideia de multidão) somam 12X12=144000. interessante, não?

Também o número de medida do muro da Cidade Santa é de 144 côvados, somando a eles, (mil ideia de multidão) dá o mesmo

número de 144000.

Ivonil servo de Yahshuah disse... [Responder comentário]

cont...dos 144 mil....



Os 144000...são os...servos de nosso Helohim selados na testa; Hyzayon=Revelação 7,3; D´varim (Deut-) 6,7,8. Ezequiel 9,3-5...E tem em suas testas escritos, o nome do Cordeiro e de seu Pai "Yahshuah=Yahweh+Salvação. Fala de todos os santos, já que todo o que invocar o nome "Yahshuah" será salvo; Invocar o nome "Yahshuah" significa conhecer e memoriza-lo; tê-lo sempre focado na nossa mente.

Os 144000...foram comprados da terra; os escritos sagrados dizem que...Yahshuah resgatou como seu próprio sangue...comprando para Helohim seu pai, homens de toda tribo, língua, povo e nação. Actos,20,28. Hyzayon=Revelação 5,9,10.

Os 144000...são os que não contaminaram com mulheres pois são virgens; Vrs4. Não fala de contaminação sexual; já que o casamento entre o homem e a mulher é uma instituição divina, e abençoada pelo Criador...unirá o homem à sua mulher e serão dois uma só carne...O Apostolo Shaul confirma...venerado entre vós...os santos...seja o matrimonio, e o leito...sexo...sem mácula; Mattytiahu (Mateus) 19,5,6. e Hebreus,13,4.

Fala aqui dos santos que não se contaminaram com as doutrinas das Meretrizes filhas da mãe Babilónia; e saíram...vitoriosos da besta, (mãe Babilônia) e da sua imagem, (as filhas da mãe,) e do seu sinal, e do número do seu nome; Hyzayon=Revelação 15,2;

Aqui, os santos, a cidade santa, e os 144000, representam um único povo; o Yashorul (Israel) da promessa, que conpôem a Nova Yahshalaym.

Os 144000 são também...os que seguem o Cordeiro para onde quer que ele vai; vrs 4. O Mashiach disse...se alguém me serve siga-me; e onde Eu estiver estará também o meu servo...e ainda...Pai aqueles que me deste...todos os santos...quero que onde Eu estiver, também eles estejam comigo para que vejam a minha glória; Yachonam 12,26; e 17,24.

Os 144000 comprados da terra,,,são as primícias de Yahshorul (Israel espiritual)...Yarmiahu, (Jeremias) 2,3; Y´a kov (Tiago) 1,18. e Hzayon=Revelação 14,4.

Os 144000 são os que...em sua boca não se achou engano (mentira), são irrepriensiveis; vrs 5. Yahweh diz que,,,nenhum enganador...ou mentiroso...habitará na minha casa=Yahshlaym Celeste; E somente serão integrantes da Cidade Santa, os que forem...irrepriensiveis para a parusia do Mashiach; Tehillim 101,7,8; 1ª Tess,,5,23; 1ª Cor, 1,18.. e refs. lembramos que A Cidade Santa, foi vista descendo como uma esposa ataviada para o seu marido; vrs 2. Neste ponto concluinte, a Cidade Santa=Kehilah do Mashiach já era a esposa do cordeiro; Cumprirá o que Yahveh diz a respeito dela pela boca de um seu profeta...Não serás chamada dali em diante desamparada...mas, serás chamada...casada; porque Yahweh se deleita em ti... e serás casada...como o mancebo se casa com a donzela...e se alegra com a noiva...assim o teu Helohim se alegrará de ti; Yahshayahu (Isaías) 62,,3-5;

O sinal que os servos do Cordeiro e de seu pai, recebem no capitulo 7 de Hyzayon=Revelação; significa receber e guardar a palavra do Eterno como está escrito...estas palavras=10 mandamentos;...que hoje ti ordeno, estarão por sinal na tua mão, e te serão por testeiras entre os teus olhos...marca com...este sinal...as testas dos homens que suspiram e gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela (Babilônia e filhas); D´varim (Deut-)6,6-8. Sh´mot (Êxodo) 13,9-16.e Ezequyahu (Ezequiel) 9,2-5;

Ivonil servo de Yahshuah disse... [Responder comentário]

cont...dos 144 mil...


E no capitulo 14 diz que...estavam com o Cordeiro 144000 que tinham escritos em suas testas...o nome do Cordeiro e de seu pai. No capitulo 7 o povo estava sendo selado com o selo do Eterno, através da sua Santa palavra; No capitulo 14, o povo já estava selado com o nome do Cordeiro e de seu Pai. Como o nome do Cordeiro é Yahshuah, e significa "Yahweh+Salvação. Todo o Yahshorul (israel) da promessa, os filhos de Avraham pela fé no Mashiach. Que creêm no nome do "Yahshuah" unigênito de Yahweh; recebe em suas testas (mentes) este selo. Compondo a Yahshalaym Cidade Santa=os 144000 selados.

Jatai-go ano 1989.

Yahoshafat Ben Yaakov disse... [Responder comentário]

R E S U M O Y A H S H O R U L I T A


“De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Ulhym e guarda os seus mandamentos; porque este é o dever de todo homem”.
Koheleth (Eclesiastes 12: 13.)


Por um pouco de tempo falei; por um pouco de tempo me calei. Agora vejo a necessidade de retornar a ativa para esclarecimentos lógicos, porque ainda que eu me cale, a emet (verdade) sempre estará presente na vida dos eleitos.

Em tudo quanto pude observar vi claramente uma batalha, onde a disputa pelo maior saber dentre muitos instrutores da Palavra do Olam (Eterno) havia se travado, me tornando também envolvido pelos fragmentos de sua tosca individualidade carnal. O que me conforta diante desse egocêntrico confronto, é saber que mesmo não tendo visão clara da correta pronúncia do kadosh nome do Olam Kadosh Ulhym de Yahshorul, permaneci na pronúncia do Tetragrama dentro da transliteração hebraico português. ה ו ה י (YHUH).

Só há uma forma pronunciável que diferencia o Olam (Eterno) de Yahshorul de todos os ulim (deuses) estrangeiros: A forma da sua própria existência que se resume na frase: “Eu sou o que sou”. O que ele é? O próprio Mashyach na sua conversa com a mulher samaritana, responde essa interrogativa dizendo: “Ulhym é Ruach”. (D’us é Espírito). Yochanan (João) 4: 24. Esse, dentre outros, é o principal referencial que o põe acima de todos os que são adorados no formato de ouro; prata; pedra; madeira; papel; barro e até mesmo em carne.

Em Tehilim (Salmos) 68: 4 se referindo ao Olam, David diz: “Cantem a Ulhym, cantem louvores a seu nome; exaltem aquele que cavalga sobre as nuvens por seu nome, Yah; e alegrem-se em sua presença”. (Bíblia Judaica Completa). David H. Stern.

Como no hebraico não existe vogal escrita, mas, unicamente o som vocálico, é obvio que David usou a metade do Tetragrama ao dizer: “Seu nome é הי”. (YH). A letra ה (H), nesse nome funciona como acento agudo no som vocálico: Iá. Quem é Yah? Yah é Ruach. Quando juntamos a letra י (Y); o som vocálico (a); e a letra ה (H), essa última se torna equivalente ao som da letra “R”. Assim temos: YAHUAH (IARRUÁ). Ou: (IARRUARR). YAHUAH, pois, é a pronúncia exata do nome do Olam Ulhym de Yahshorul.

No livro de Mikayah (Miquéias) 5: 4, diz que o Mashyach haveria de vir para governar com a majestade do nome do Olam. Esse, por ter vindo em carne para se tornar descendente de David, recebeu no seu nome o kadosh nome do Altíssimo Criador acrescentado com a letra שׁ (shin) = sh, para indicar que só Yah é salvação. Yahshuah. Tirando a letra shin = sh, o Mashyach fica unicamente no mais alto nome: Yahuah. Só Yahshuah e o nome Yahudah contem corretamente a forma completa do nome do Olam Ulhym de Yahshorul. Os demais estão na forma Yah; Yahu.

Honra e louvor seja para Yahuah (Yah Espírito).

Atenciosamente,

Yahoshafat Bem Yaakov.

YAHOSHAFAT BEN YAAKOV disse... [Responder comentário]

UNIFICAÇÃO YAHSHURUNIM (YSRAELITA)


SHALOM A TODOS OS QUE BUSCAM A EMET (VERDADE).

“Não julgueis pela aparência, mas julgai segundo a reta justiça”. Yochanan (João) 7: 24

No Tehilim (Salmo) 68: 4 David diz: “Cantem ao Eterno, cantem louvores ao seu nome; exaltem aquele que cavalga sobre as nuvens por seu nome, Yah; e alegrem-se em sua presença”. Bíblia Judaica Completa, Traduzida Por David H. Stern.

Nós, brotos do Yahshurun (Ysrael) eleito, somos unificados em YAH. Se alguns, buscando crescer no conhecimento pleno da forma completa se diferenciam NA FORMA NOMINAL, isto não lhes privam da unificação que se acha dentro do ensinamento de David.

YAHWEH; YAHUH; YAHUAH; YAHSHUAH; YAHUSHUA; YAHSHUA; todos estão em YAH.
Quanto aos que estão em “YE”, é bom que se expliquem de quem aprenderam isto.

Agora vou usar a Tradução de João Ferreira de Almeida, para os que contestam a veracidade hebraica.

“O Apóstolo Paulo” em Atos 26: 14, após ter relatado o que lhe aconteceu enquanto saía numa missão perseguidora como mostra o vs. 13, disse que ouviu uma voz que lhe falava em língua hebraica. No vs. 15, a ele foi mencionado um nome. O nome foi Jesus? Se a sua resposta é sim, então prove a existência da letra J nessa língua. Se a pronúncia ouvida foi Yesus (Iesus), que significado hebraico teria esse nome nas suas três letras finais? O que significa SUS em língua hebraica? Ora, Shaul (Paulo) falava várias outras línguas! Mas, em nenhuma delas o nome lhe foi mencionado.

Se Shaul (Paulo) era cidadão romano, por que o nome não lhe foi anunciado em língua romana? Se convivia com os gregos, por que não foi em língua grega? O verdadeiro cego é aquele que não quer enxergar! Ora, se ele ouviu em língua hebraica, assim aconteceu para que nenhuma mudança fosse posta na forma nominal estabelecida pelo próprio Olam Yahuah, o Pai Criador de toda estrutura universal.

No nome YAHSHUAH encontra-se as três formas do mais alto nome:
Tetragramal: YHWH. Lembre-se que o W soa como U; e que SH equivale a uma só letra hebraica: a letra שׁ (SHIN).

Diminuta conforme o ensinamento de David: YAH.

Completa: Tira-se a letra שׁ shin (sh) do nome Yahshuah, e o mesmo torna-se Yahuah.

Enganem-se quem quiser.

Atenciosamente,

Yahoshafat Bem Yaakov.

jarbas schimith dos santos disse... [Responder comentário]

mudando de pau pra cavaco, qual é a diferença entre apostolo e discípulo?
se tem por favor me explique
no meu intendimento os apóstolos foram só 12 que representa as tribos de israel e discípulos são os restantes dos que os seguiam
isso ta certo?

Rocha Ferida disse... [Responder comentário]

Discípulo é aquele que está em faze de aprendizado. Os apóstolos foram discípulos enquanto aprendiam com Jesus. A palavra apóstolo significa enviado. ou seja Jesus tinha muitos discípulos, mas só doze foram por Ele enviados.

jose zarak disse... [Responder comentário]

MEU GRANDE PODEROSO CRIADOR DO UNIVERSO, DOS CÉUS , DA TERRA, DO MAR E DE TUDO QUANTO NELES EXISTEM E CRIADOR E AUTOR DE MINHA VIDA EL ELYON, EL SHADAY, EL OLAM, MEU ELOHIM ETERNO E PODEROSO, MEU ELOHIM SHOFET TSADIK, MEU EL HA GADOL VEHAHORA, E EL OSER PELE, EL ELOHE HARUHOT LEKOLBASA, EL ROÍ, EL ADONAI, ELOHEI HA'SHAMAIM VE ELOHIM HA'ERETZ, YÁHUH EL HEI HA'IVRIM, ROFE'EKA, YÁHUH NISSI, ÍSH MILHAMÁ, MEKADISHKEM E DE SHALOM, KANÁH, ADONAI HA'ADONIM, ELOHIM DEOT, HAI, NETSÁH DE ISRAEL, MAACHOT DE ISRAEL, CHARUM, HANU, ELOÁH SILIHOT, MELEK HA'OLAM VA'ED, MEU ROÍ, MÉLECH HÁ'KEVOD, IZUZ, MÉLECH GADOL, SALI, NORAH, SHOMÊR DE ISRAEL, GADOL YÁHUH, KADOSH DE ISRAEL, MIGDAL ÓZ, AVIR DE ISRAEL, YÁHUH TSEMÁ, IMANU'EL, PÊLE IOÊTS, SAR SHALOM, EL GUIBOR, AVID AD, OR DE ISRAEL, TSUR OLAMIM, YÁHUH SHOFETENU, MEHOKENU, MALEKENU, MALEK YA'AKOV, MISTATER, MOSHIACH, GOALENU, ELOHE AMEN, MIKÊV DE ISRAEL, TSIDKÊINU, YÁHUH MAKÊ, SHAMMA, YÁHUH ELOHEI TSEVAOTH, MAROM, ATIK LOMIN, EL GUEMULÓT, MINA'AL, EL AVRAHAM, EL ITZ'CHAK VÊ EL YA'AKOV, EMET, DOET, ELOHIM EHAD, EL YESHUATH, HAYYAY, EL GOMER'ALAY, MA'UZZI, EL HAM'AZERENI HAIL, EL HANOTEN NEKAMOT LI, EL MEHOLEKA, EL YESHURUN, EL NOSE, EL YESHUATEINU, YÁHUH IRÊH, EHIER ASHER EHIRER, ROHÉV BA ARAVÓT, YÁHUH MAOZ HAIAI, YÁHUH RAFÁ, HA'KADOSH BARUCH HU, ABIR DE ISRAEL, RO'ER ISRAEL, MÉLECH HA'MELACHAIM, AVIVU MALKÊNU, MALACH HA'BRIT, ROSH PINAÁ, YÁHUH BORÊH, MAGEN AVRAHAM, AIN SOFH, ALEF EO TÁV, OBRIGADO YHWH, PELO THESHUVÁ, OBRIGADO MEU AMADO YESHUA MEU MESSIAS MEU SALVADOR E OBRIGADO SENHOR ESPÍRITO DO SANTO DOS SANTOS PELO ENTENDIMENTO. DESOBEDIÊNCIA GERA MALDIÇÃO E MALDIÇÃO GERA MORTE. MISERICÓRDIA DE TODOS NÓS MEU ELOHIM AMADO EM NOME DE YESHUA E AMÉM.

Ademar M. Barbosa disse... [Responder comentário]

Israel de Deus
Esta expressão, encontrada somente uma vez nas Escrituras, refere-se ao Israel espiritual, em vez de aos descendentes raciais de Jacó, cujo nome foi mudado para Israel. (Gên 32:22-28) A Bíblia fala do “Israel de modo carnal” (1Co 10:18), bem como do Israel espiritual, composto daqueles para os quais descender de Abraão não é um requisito. (Mt 3:9) O apóstolo Paulo, ao usar a expressão “o Israel de Deus”, mostra que esta nada tem que ver com se a pessoa é ou não um descendente circuncidado de Abraão. — Gál 6:15, 16.

O profeta Oséias predisse que Deus, ao rejeitar a nação do Israel natural em favor desta nação espiritual, que inclui gentios, diria ‘aos que não eram seu povo: “Tu és meu povo”’. (Os 2:23; Ro 9:22-25) No tempo devido, o Reino de Deus foi tirado da nação dos judeus naturais e dado a uma nação espiritual que produzia os frutos do Reino. (Mt 21:43) Não há dúvida de que o Israel espiritual inclui judeus naturais. Os apóstolos e outros que receberam espírito santo em Pentecostes de 33 EC (cerca de 120), os acrescentados naquele dia (cerca de 3.000), e os que mais tarde engrossaram tais números para cerca de 5.000, eram todos judeus e prosélitos. (At 1:13-15; 2:41; 4:4) Mas, mesmo assim eram, como Isaías os descreveu, “um mero restante” salvo daquela nação rejeitada. — Is 10:21, 22; Ro 9:27.

Outros textos explanam este assunto. Com a remoção de alguns “ramos naturais” da oliveira figurada, houve um enxerto de ramos ‘bravos’ de não-israelitas, de modo que não havia nenhuma distinção racial ou classista entre os que ‘são realmente descendente de Abraão, herdeiros com referência a uma promessa’. (Ro 11:17-24; Gál 3:28, 29) “Nem todos os que procedem de Israel são realmente ‘Israel’.” “Porque não é judeu aquele que o é por fora, nem é circuncisão aquela que a é por fora, na carne. Mas judeu é aquele que o é no íntimo, e a sua circuncisão é a do coração, por espírito.” (Ro 9:6; 2:28, 29) O Israel natural deixou de produzir o número exigido, de modo que Deus “voltou a sua atenção para as nações, a fim de tirar delas um povo para o seu nome” (At 15:14), a respeito do qual se disse: “Vós, outrora, não éreis povo, mas agora sois povo de Deus.” (1Pe 2:10) O apóstolo Pedro citou o que havia sido dito ao Israel natural e o aplicou a este Israel espiritual de Deus, dizendo que é, em realidade, uma “raça escolhida, sacerdócio real, nação santa, povo para propriedade especial”. — Êx 19:5, 6; 1Pe 2:9.

As 12 tribos mencionadas em Revelação (Apocalipse), capítulo 7, têm de referir-se a este Israel espiritual, por vários motivos válidos. A listagem não é igual à do Israel natural, em Números, capítulo 1. Também, o templo e o sacerdócio de Jerusalém, e todos os registros tribais do Israel natural, foram destruídos de forma permanente, sendo perdidos para sempre, muito antes de João ter tido sua visão, em 96 EC. Mais importante, porém, é que João obteve sua visão tendo por fundo os acontecimentos supracitados que ocorreram a partir de Pentecostes de 33 EC. À luz de tais eventos, a visão de João sobre os que estavam em pé no Monte Sião celestial, junto com o Cordeiro (a quem o Israel natural rejeitara), revelava que o número deste Israel espiritual de Deus era de 144.000 “comprados dentre a humanidade”. — Re 7:4; 14:1, 4.

Jaime e Julio disse... [Responder comentário]

O autor da postagem escreveu: (Este grandioso crescimento da igreja deu-se em cerca de trinta anos e dentro deste período aconteceu o assinalamento dos 144 mil israelitas descritos no Apocalipse).

Amigo, o Apocalipse foi escrito por joão cerca de 50 a 60 anos depois da morte e ressurreição do Senhor; como que os 144 mil já foram assinalados, antes dos registros no Apocalipse? Ora,ora,ora...

Estudos do Apocalipse: Peça gratuitamente o nosso gráfico escatológico, com a ordem e a cronologia do Apocalipse (menos o dia, a hora da vinda...), pelo E-mail: Jaime.ap@hotmail.com.

Postar um comentário

Deixe registrado sua opinião. Mas evite palavrões e ofensas, assim seu comentário não correrá o risco de ser moderado.

Tecnologia do Blogger.

Receba as postagens por e-mail

O mundo tem sede de Deus

free counters

Seguidores

Google+ Followers

  ©Rocha ferida - Todos os direitos reservados.

"Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha." Mateus 7:24
type='text/javascript'>