Jesus desceu ao inferno?

Em (Efésios 4:9) Paulo declara que Jesus desceu “até as regiões inferiores da terra” e o Credo dos Apóstolos declara que, depois de ter sido morto, Jesus “desceu ao inferno”. Entretanto, quando Cristo estava morrendo, entregou o seu espírito nas mãos do Pai (Lc 23:46) e disse ao ladrão que este estaria com ele no “paraíso” (Lc 23:43), ou seja, no “terceiro céu” (2 Co 12:2, 4). Para onde Jesus foi então: para o céu ou para o inferno?

Há duas posições a respeito do lugar para onde Jesus foi durante os três dias em que o seu corpo permaneceu no túmulo, antes da ressurreição: uns defendem que ele foi para o Hades; outros, que foi para o céu.
Para o Hades. Os partidários dessa posição afirmam que o espírito de Cristo foi ao mundo espiritual, enquanto o seu corpo permanecia no túmulo. Crêem que Jesus “pregou aos espíritos em prisão” (1 Pe 3:19), que estavam num lugar de cativeiro temporário, aguardando a sua chegada para “levar cativo o cativeiro”, isto é, levá-los para o céu.
De acordo com essa posição, havia dois compartimentos no Hades (ou sheol), uma para os salvos e outra para os perdidos. Eles estavam separados por “um grande abismo” (Lc 16:26), que ninguém podia ultrapassar. A seção dos salvos era chamada de “o seio de Abraão” (Lc 16:23). Quando Cristo, “sendo ele as primícias” da ressurreição (1 C > 15:20), ascendeu, Ele levou esses santos do AT consigo pela primeira vez.

Para o Céu. Esse parecer sustenta que as almas dos crentes do AT foram diretamente para o céu no momento de sua morte. Em favor disso tem-se os seguintes argumentos:

Primeiro, Jesus afirmou que o seu espírito estava indo diretamente para o céu, quando disse: “Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito” (Lc 23:46).
Segundo, Jesus prometeu ao ladrão na cruz: “Hoje estarás comigo no paraíso” (Lc 23:43); mas “paraíso” é definido como sendo “o terceiro céu” em 2 Coríntios 12:2, 4.


Terceiro, quando os santos do AT deixaram esta vida, foram diretamente para o céu. Deus tomou a Enoque para si (Gn 5:24; cf. Hb 11:5), e Elias foi tomado “ao céu” quando partiu (2 Rs 2:1)



Quarto, “o seio de Abraão”(Lc 16:23) é uma descrição do céu. Em nenhum ponto ele é descrito como sendo o inferno. É o lugar para onde Abraão foi, que é o “reino dos céus” (Mt 8:11).
Quinto, antes da cruz, quando os santos do AT apareciam, era do céu que vinham, como aconteceu com Moisés e Elias no Monte da Transfiguração (Mt 17:3).

Sexto, os santos do AT tiveram de esperar a ressurreição de Cristo para que seus corpos fossem ressuscitados (1 Co 15:20; cf. Mt 27:53), mas suas almas foram diretamente para o céu. Cristo foi o Cordeiro morto “desde a fundação do mundo” (Ap 13:8), e eles para lá foram pelos méritos que Deus sabia que Cristo cumpriria.
Sétimo, a expressão “até as regiões inferiores da terra” não é uma referência ao inferno, mas ao túmulo. Até mesmo o ventre de uma mulher é descrito como sendo “profundezas da terra” (SI 139:15). Essa expressão significa simplesmente covas, túmulos, lugares fechados na terra, em oposição a partes altas, como montanhas. Além disso, o inferno não se localiza nas partes mais baixas da terra – mas “debaixo da terra” (Fp 2:10).
Oitavo, a frase “desceu ao inferno” não constava do Credo Apostólico primitivo. Ela foi acrescentada somente no século IV a. D. Além disso, um credo como tal não é inspirado, mas apenas uma confissão humana de fé.
Nono, os “espíritos em prisão” não eram salvos, mas seres perdidos. Na verdade, essa pode ser uma referência a anjos, não a seres humanos (veja os comentários de 1 Pedro 3:19).
Finalmente, quando Cristo “levou cativo o cativeiro”, não estava levando amigos para o céu, mas trazendo inimigos a uma prisão. E uma referência à sua vitória sobre as forças do inimigo. Os cristãos não são “cativos” no céu. Não somos forçados a ir para lá contra a nossa própria e livre escolha (veja Mt 23:37; 2 Pe 3:9).
Do livro: MANUAL POPULAR de Dúvidas, Enigmas e “Contradições” da Bíblia

2 comments

  1. JESUS COMO HOMEM, ERA LIMITADO NO PRESENTE, RESSUSCITADO PODERIA SE APRESENTAR EM QUALQUER LUGAR, ASSIM COMO SUMIU NO PARTIR DO PÃO EM EMAÚS, PORÉM COMO DEUS ELE ESTAVA EM TODOS OS LUGARES AO MESMO TEMPO, ESTAVA NO TÚMULO APENAS UMA CORPO MORTO EM ESTADO DE DECOMPOSIÇÃO, MAIS DEUS O RESSUSCITOU DOS MORTOS, PARA QUE O VISÍVEL PERMANECESSE POR TODA A ETERNIDADE, NESSE CASO ELE ESTÁ EM TODOS OS LUGARES, COMO SEMPRE ESTEVE, ATÉ MESMO QUANDO ANDAVA NA TERRA COMO HOMEM, O SEU ESPÍRITO SEMPRE PREENCHEU O UNIVERSO…… NÃO LIMITO O DEUS ESPÍRITO, MAIS O HOMEM FILHO DE DEUS NASCIDO DE MARIA ERA LIMITADO ENQUANTO O SANGUE CORRIA EM SUAS VEIAS…..

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *