A verdadeira riqueza

Um dia, um pai de família rica levou seu filho pequeno para viajar pelo interior, com o propósito de mostrar o quanto as pessoas podem ser pobres. O objetivo era convencer o filho da necessidade de valorizar os bens materiais que possuía, o “status”, o prestígio social, queria desde cedo passar esses valores para seu herdeiro.

Eles passaram um dia e uma noite numa pequena casa de taipa, de um morador da fazenda de seu primo. Quando retornaram da viagem o pai perguntou ao filho:


– O que achou da viagem?

– Gostei muito, Papai!
– Você viu a diferença entre viver na riqueza e viver na pobreza?
– Sim.
– E o que você aprendeu?
O filho respondeu:
– Eu vi que nós temos um cachorro em casa, e eles têm quatro. Nós temos uma piscina que alcança o meio do jardim, eles têm um riacho que não tem fim. Nós temos uma varanda coberta e iluminada com lâmpadas, eles têm as estrelas e a lua. Nosso quintal vai até o portão de entrada, eles tem uma floresta inteira.
Quando o pequeno garoto acabou de responder, seu pai estava perplexo.
O filho acrescentou:
-Obrigado Papai, por me mostrar o quão “pobre” nós somos!
 “Doce é o sono do trabalhador, quer coma pouco, quer muito; mas a fartura do rico não o deixa dormir.” (Eclesiastes 5:12)

One comment

  1. Amigo mais uma vez o Google deletou meus seguidores, sei que não vão resolver o problema, por isso resolvi começar tudo outra vez. A Verdade Que Liberta vai ser desativada. Como já seguia a Verdade Que Liberta, venho pedir que siga agora o Peregrino E Servo. Eu retribuirei de volta. Obrigado.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *