utilizadores online
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Você ainda seria um cristão se ...


Até o século passado as pessoas tinham vergonha de dizer que eram crentes. Eram tidas pela sociedade como um povo "cafona", os chamados crentes caretas, loucos. Hoje, a coisa é bem diferente. Ser crente virou moda, é algo comum. 
Mas ...
























Você ainda seria um cristão se esta "grande perseguição" durasse 10 anos?




No dia, 23 de fevereiro, 303 iniciou-se a "perseguição maior" da fé cristã sob o imperador Diocleciano.

Quando Diocleciano começou seu reinado, os cristãos, foram incentivados porque havia rumores de que a esposa do imperador e filha eram crentes. Sendo verdade ou não, os cristãos, em sua maior parte vivia em um estado de paz e prosperidade nos primeiros 19 anos do seu reinado.

Após os dezenove anos, o modo de vida para todos os cristãos mudou drasticamente. Quando o Imperador Diocleciano percebeu que a unidade religiosa iria fortalecer seu império. Então Diocleciano e Galério (seu genro), procurou o conselho de um "oráculo" que disse que os "justos sobre a terra" estavam impedindo Apollo de dar conselhos. Então, depois de ouvir isto, Diocleciano, Galério, e os membros do tribunal concluíram que "os justos" deveriam ser os cristãos de seu império. Com esta nova forma de pensar e de incentivo de seu conselho ímpio, ele publicou três editais na tentativa de garantir a religião romana como a única religião.

Em 23 de fevereiro de 303 o primeiro édito declarou:

"Todas as cópias de escrituras deveriam ser queimadas, todas as igrejas destruídas, bens confiscados, e o culto dos cristão proibido."

O segundo e o terceiro editais foram praticamente o início da escravidão, prisões e execuções daqueles que resistissem adorar aos deuses romanos. Assim as prisões estavam cheias de cristãos e que os verdadeiros criminosos eram removidos para criar espaço.

Foi declarado que todos no Império Romano deveriam fazer sacrifícios aos deuses romanos. Isso durou todo o seu império, até 313, quando Constantino declarou um édito de tolerância. Como a perseguição da igreja, o martírio de muitos fortaleceu e encorajou seus irmãos e irmãs cristãos. O resultado acabou sendo no cristianismo a religião preferencial no âmbito do Estado de Constantino.

Bem, está escrito em Apocalipse 13:11, 14-15 que haverá um tempo em que todos os cristãos serão intimidados desta mesma forma a curvar-se a uma estátua e adorá-la, ou morrer!

Estamos vivendo em uma época de muitas escolhas, caminhos, distrações e religiões. Mas há apenas um caminho que leva uma vida de eternidade e que é através da aceitação de nosso Salvador, Jesus Cristo. Porém não podemos afirmar que esta a maneira mais fácil.

Você ainda vai ser um cristão quando este dia chegar? 


"Então, sereis atribulados, e vos matarão. Sereis odiados de todas as nações, por causa do meu nome. Aquele, porém, que perseverar até ao fim, esse será salvo."
Mateus 24:9 Marcos 13:13









4 Comentários:

Anônimo disse... [Responder comentário]

Vcs adoram se fazer de vítima mas se esquecem que a proporção de cristãos mortos por perseguições é bem melhor do que a proporção que vcs mataram em nome da fé!!! E se não tivermos cuidados, vcs voltaram a matar pq toda religião critã impõe sua fé pelo medo. Vcs criticam os muçulmanos e são IDÊNTICOS!!! Hipócritas!!! nada além!!!!!

Admin disse... [Responder comentário]

Anônimo

"Cristão" é o nome dado as pessoas que ouviram, aceitaram, e passaram seguir os passos de Cristo. E o centro da mensagem pregada por Jesus Cristo é o amor a Deus e ao próximo. Por toda vida Cristo pregou e ensinou seus seguidores a amar uns aos outros inclusive seus próprios inimigos, tanto que morreu por amor a todos nós, inclusive você.
Sendo assim não é correto considerar cristão, alguém que seja capaz de tirar a vida de outros.

Anônimo disse... [Responder comentário]

Pessoas utilizando-se desse mesmo jargão "cristãos", são as mesmas pessoas que hj atravancam o progresso em todo o mundo, principalmente no Brasil, barrando projetos importantes no congresso usando de argumento um livro escrito por um imperador romano que visava maior poder sobre seu povo, e não divulgar a "palavra divina de jesus" como vcs insistem em jogar goela abaixo das pessoas!!! Vcs são hipócritas a um nivel que beira a insanidade!!!!

Julio Moreno disse... [Responder comentário]

Tudo tão cafona no mundo evangélico. Falam de "ser cristão", mas existem milhares de seitas cristãs/evangélicas/espíritas/católicas/umbandistas/pentecostais/Jeovazistas/neopentecostais/neo-evangélicas/etc e todas se contrazem e dizem seguir a verdadeira interpretação. Cafoníssimo tudo isto. Ser cafona vem de dentro. As roupas que vestem não tem nada a ver com nada disto.

Postar um comentário

Deixe registrado sua opinião. Mas evite palavrões e ofensas, assim seu comentário não correrá o risco de ser moderado.

Tecnologia do Blogger.

Receba as postagens por e-mail

O mundo tem sede de Deus

free counters

Seguidores

Google+ Followers

  ©Rocha ferida - Todos os direitos reservados.

"Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha." Mateus 7:24
type='text/javascript'>