utilizadores online
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Dárcio e o professor

Era todo dia a mesma coisa na escola. O aluno Darcio de 8 anos, que tinha disturbio de atenção não diagnosticada, sofria humilhações sistemáticas do professor Antonio. Darcio estava sempre distraido. Ele não atrapalhava a aula, mas não prestava muito atenção às explicações. O prof. Antonio perguntava e Darcio ficava olhando fixo em silencio, com expressão de medo para a cara do professor que caçoava da desatenção.




“-Tá viajando Darcio, em que planeta você está?”. Chegou até a dar o apelido de “Astronauta” para Darcio. “Voce precisa prestar mais atenção ao que eu falo, menino!”. “Sim senhor” respondia Dárcio. No dia seguinte “-Presta atenção, Astronauta!”. “Sim senhor” respondia Dárcio. De tanto que Darcio respondia todos os dias mais de cinco “Sim senhores”, o apelido mudou para…”Sim Senhor”. O professor Antonio era conhecido em toda a escola pela sua truculencia, frieza e aspereza. Estava sempre em “pé de briga” com os alunos, professores, funcionários e diretores.
Um belo dia, Darcio estava subindo as escadas que davam acesso à sala de aula e viu, dez metros à frente, o professor Antonio destratar um faxineiro: “Não vê que eu to passando? Precisa esperar eu pedir licença pra sair da frente? Que espécie de animal é você? Até um jumento sai da frente quando alguém está passando!!!!”. Ao que o faxineiro respondeu: “Jumento é a sua mãe seu fdp, vai se f. !!! Indignado o professor Antonio esbravejou: “Ve lá como fala, hein! Você precisa aprender a tratar melhor os seus superiores”. Mas não adiantou nada, o faxineiro nem ouviu pois sumiu rapidinho.
Darcio, que havia parado para observar tudo sem ser notado esperou no professor Antonio entrar na sala e entrou imediatamente após.
Como o incidente se deu ao lado da porta da sala que estava aberta, a classe inteira a tudo ouviu em silencio.
Ao entrar, Darcio postou-se ao lado da mesa do professor, que ainda estava de pé, colocando seus pertences sobre a mesa, e perguntou a ele em voz alta:
“Professor, o senhor faz questão de ser bem tratado, não é?” “Claro” disse Antônio. Aí, calmamente e sorrindo Darcio disse: “Então é melhor o senhor aprender a tratar bem os outros senão vai ser sempre essa comédia”
A classe inteira caiu na gargalhada. A situação se trsnformou numa espécie de humilhação dada a oportunidade bem sacada pelo aluno.
O professor Antonio esmurrou a mesa e berrou: “Já pra diretoria seu insolente”.
Darcio virou as costas e saiu. A classe cortou abrupta e simultaneamente as gargalhadas e a aula seguiu.

No intervalo Antonio foi para a diretoria já planejando a suspensão de Darcio.
Ao chegar na sala, não só não encontrou o garoto lá como recebeu das mãos do diretor a sua própria demissão.
“Mas ele foi insolente comigo!!!” disse Antonio para o diretor se referindo ao garoto.
“Ele me contou tudo. A insolencia dele eu até perdoei, imperdoavel foi a sua atitude com o faxineiro. Eu vi tudo. Voce pode destratar à mim que sou hierarquicamente superior à você e posso decidir relevar, mas não a um faxineiro que não tem como se defender”
“Mas ele me ofendeu aos palavrôes” Argumentou Antonio. “Antonio, pela frequencia dos seus maus tratos que venho presenciando, faço minhas as palavras dele. Passar bem”

Com essa demissão, Antonio começou a sua escalada rumo à consciência relacional.
O primeiro passo é, de tanto levar “não” da vida, o neurastênico cai num cansaço tal que não lhe resta outra saída senão a de tratar melhor aos outros. Não ainda por bondade, mas como técnica, ainda soa falso mas é menos pior. O segundo passo é descobrir que essa “técnica” deixará, naturalmente, de ser uma estratégia para ser um modo de vida.
Aí já não mais como técnica, é claro.

Ah, “Sim senhor” e “Astronauta” dexaram de ser os apelidos de Darcio que passou que ser chamado, pelos alunos, de “Professor”.


Resumindo
Trate seu semelhante como deseja ser tratado.
Mateus 7:12




Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Deixe registrado sua opinião. Mas evite palavrões e ofensas, assim seu comentário não correrá o risco de ser moderado.

Tecnologia do Blogger.

Receba as postagens por e-mail

O mundo tem sede de Deus

free counters

Seguidores

Google+ Followers

  ©Rocha ferida - Todos os direitos reservados.

"Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha." Mateus 7:24
type='text/javascript'>